NO DIA 30 DE SETEMBRO ACONTECERÁ UMA FESTA EM HOMENAGEM A TODOS OS PASTORES DE LARANJEIRAS. PARTICIPE!!!

23/12/2016

Novo prefeito de SP montará assessoria religiosa para criar parcerias com igrejas, diz jornal

O prefeito eleito de São Paulo, João Dória (PSDB), elogiou as iniciativas de cunho social das igrejas evangélicas durante a campanha, e agora, na montagem de sua equipe de governo, irá manter dois pastores como membros de uma assessoria religiosa.
Recentemente, o prefeito eleito visitou as igrejas Assembleia de Deus de São Mateus, do pastor Deiró de Andrade, e a AD Brás, do pastor Samuel Ferreira. Nas duas ocasiões, Dória aproveitou para agradecer os votos e comentar seus planos para os próximos quatro anos.

Segundo informações da coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, a ideia de montar uma assessoria religiosa é que o contato com esses grupos facilite o apoio da prefeitura paulistana aos projetos sociais das diferentes denominações e também demais entidades religiosas.
“Não se sabe se a equipe ficará lotada no gabinete do prefeito ou em uma secretaria. A dupla se reúne nesta quarta-feira (21) com Julio Semeghini, futuro secretário de Governo. Doria sempre elogia a atuação de denominações religiosas em ações voltadas a pessoas em situação de rua, por exemplo — cita as evangélicas, católicas e as de matriz africana”, noticiou a coluna Painel.

Quem é Dória?
Empresário de sucesso, multimilionário, Dória é uma figura nova na política. Filho de um ex-deputado filiado ao então Partido Democrata Cristão (PDC) e perseguido pelo regime militar, ele propôs em seu programa de governo estabelecer parcerias com igrejas evangélicas e entidades católicas que já atuem na área social.
Falando especificamente sobre creches, o então candidato propôs que a prefeitura estabeleça convênios com igrejas, para que elas recebam verbas públicas e possam usar a estrutura de templos e escolas privadas para acolher crianças enquanto pais e mães saem para trabalhar.
“Vamos conveniar a creche, de forma capilarizada pelas organizações sociais mantidas pelas igrejas e organizações do terceiro setor que manifestam interesse em ajudar”, propôs.

João Dória revelou ainda que vai doar todos os seus salários de prefeito, aproximadamente R$ 24,1 mil mensais, para entidades que desenvolvem projetos sociais. “Sou rico e admito, sou uma pessoa bem-sucedida”, enfatizou.

Fonte: Gospel mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário