PARTIDO HUMANITÁRIO NACIONAL - PHN ESTÁ LEVANTANDO UMA CAMPANHA EM BUSCA DE ASSINATURAS. SE VOCÊ FOR CONVIDADO POR ALGUÉM PARA ASSINAR, ASSINE. COM ISSO ESTARÁ DANDO APOIO AO PHN QUE JÁ EXISTE EM QUASE TODO BRASIL E EM LARANJEIRAS/SERGIPE.

06/03/2009

O Home que deixou de ser vereador com mandado garantido para ser candidato a prefeito no meios dos traíras. Zé Carlos (Dem) foi vereador por mais de 4 mandatos. Nesta última eleição se envolveu com alguns vereadores que diziam te apoiar depois que se lançou candidato todos caíram fora. Nenhum dos vereadores apoiou mesmo o do seu partido: Carmem Serafim. A trairagem foi tão grande que teve uma "empadinha" que disse: "Zé Carlos, sua eleição está garantida, as pesquisas mostram isso". Quando na verdade já tinha tramado outros esquemas para derrubá-lo. A vereadora que fez de tudo para que o mesmo saísse candidato na campanha ficou caladinha e não pedia voto pra ele. Terminou sendo eleita e agora é novamente a presidente da Câmara com o apoio da Prefeita que foi candidata a reeleição. O que você acha que aconteceu nisso tudo? De agora em diante, vamos ver nessa página uma história que saiu no jornal "Folha da Cidade" impresso.
Ione ganha às eleições e oposição fica sem entender eleitor As eleições aconteceram em Laranjeiras num clima de tranqüilidade. Foram três candidatos a prefeito. De um lado Zé Carlos(Dem), de Outro Ione Sobral(PTB), e por fim Josué(Psol). O clima da campanha foi assustador e Zé Carlos disparava na frente com suas mobilizações onde reunia milhares de pessoas. Há previsão de que chegou a reunir em seu último comício mais de 5 mil pessoas. A candidata Ione Sobral, atualmente prefeita, deixou de fazer o último comício e preferiu uma carreata improvisada. Josué apenas com o seu carro fazia seus comícios pregando em seus discursos suas propostas. No início tudo parecia que Zé Carlos iria ganhar as eleições e assustou a muitos em virtude da rejeição da candidata Ione Sobral. No decorrer da campanha, ela conseguiu amenizar a rejeição e ultrapassar o índice de aceitação nas pesquisas. A multidão que acompanhava o candidato do Dem parecia ainda entusiasmada com a eleição do JJ e acreditava na derrota da então prefeita Ione Sobral. Grandes articuladores, como Empadinha, dizia piamente que JJ vencia as eleições em 5 de outubro segundo pesquisas feitas por ele. A campanha do 25 acreditava que perdia nos povoados, mas tirava a diferença no centro por ter maior número de eleitores. São mais de 12 mil no centro num total de 18 mil eleitores. Como a candidatura de Zé Carlos estava bem no centro, todos acreditavam na sua vitória trazendo em si uma tranqüilidade de que no centro tirava a diferença. Mas a eleição aconteceu e o que ninguém imaginava era que no centro o 25 perdesse, como perdeu. Todos da campanha do 25 ficaram sem entender o povo do centro da cidade por ser pessoas conscientes que votariam em sua maioria no 25 acabaram votando no 14. Ione Sobral ganha as eleições com uma diferença de mais de 3 mil votos quebrando insinuações de que "quem ganhar, ganha com poucos votos de diferença", como diziam muitos. A candidata do PTB tinha do seu lado 7 vereadores sem falar nos incubados. Tinha também o governo estadual e federal. Há quem diga que "se ela não ganhasse essas eleições era melhor desistir de política, pois com tudo na mão e não ganhar as eleições seria um absurdo". De qualquer forma tai o resultado, e Ione ganha as eleições em Laranjeiras, com uma boa margem de votos
Previsão para 2010 e 2012 Ganha-se uma eleição em Laranjeiras quem tiver bastante dinheiro. Isso ficou provado com esta última eleição. Os candidatos que não tiveram dinheiro foram fracos nas urnas. Os candidatos de Zé Carlos tirando Nem, Alice M,adureira, Carmem, Brasilina e Gardênia foram péssimos votados; os de Josué nem se fala. Isso proque não tinham dinheiro. Se três vereadores não se afastassem é possível que nenhum perdesse a reeleição. Sabe por quê? Por que todos tiveram bastante dinheiro pra gastar. Mas como ficarão as próximas eleições diante desse quadro: Em 2010, provavelmente apareçam novos candidatos a deputados. A Varzinhas apoiará um - sem dúvida será Paulinho Filho, Zé Carlos apoiará outro, Laercio já tem o seu ou se lancará, Juca e Marcos Franco deverão apoiar um candidato diferente do da prefeita atual. Ione Sobral apoiará Jackson Barreto e outros. Temos os principais nomes da política de Laranjeiras: 1) Prefeita Ione Sobral (PTB), 2) Paulinho da Varzinhas(PFL), 3) deputado Paulinho Filho(PFL), Laercio Passos(sem partido), Zé Carlos (PFL), Juca(PMDB) e Marcos Franco (PMDB). Esses são os maiores nomes para as eleições de prefeito em 2012. Numa possível arrumação esses candidatos poderão compor-se das seguintes chapas: Chapa 1: Paulinho da Varzinhas e filho + Marcos Franco e Juca (ou vice versa), podendo ter o apoio de dona Ione. Chapa 2: Laercio Passos + Zé Carlos. Outros candidatos surgirão formando a terceira opção do povo que, quase sempre, sem nenhuma chance. Igrejas ficam sem representação na Câmara Municipal de Laranjeiras Apesar da União dos Ministros Evangélicos de Laranjeiras, uma entidade que congrega todos os pastores do município existir, não foi dessa vez que a Câmara Municipal irá receber um representante dos evangélicos. Saíram candidatos dos evangélicos o Pastor Josmar, Pastor Wilton, o irmão Tavares e alguns outros. Alguns pensaram até que já estariam eleitos confiante nos votos das suas igrejas. O mais votado foi o Pastor Josmar obtendo um pouco mais de 400 votos. Nas eleições passadas, o mais votado não passou dos 300 votos. Ainda há um desequilíbrio e união dos Pastores em prol de uma representação na Câmara dos Vereadores em Laranjeiras. A Universal em Aracaju conseguiu colocar o pastor Jhones, e em todo o Brasil essa Igreja tem representante nas casas legislativas e executivas. Em Laranjeiras só a Assembléia de Deus tem mais de 500 fies, sem falar nas demais igrejas existentes. Provavelmente deve dar uma soma total de mais de 2 mil evangélicos fies dentro das igrejas, sem falar nos que vão sem compromissos. Há uma previsão de que será feito um trabalho com os irmãos evangélicos para nas próximas eleições todos trabalharem em prol de apenas um nome. Isso deverá ser discutido com a Unimel - União dos Ministros Evangélicos de Laranjeiras. No Brasil, para quem não sabe, os evangélicos na política já chegam a 33% da população brasileira no poder e "os dados atestam a diminuição do preconceito baseado na crença, tornando o sistema político mais representativo e democrático. Tucano abre o bico A Rua Ione Sobral, que fica próximo ao Hospital São João de Deus, mais parece ser a rua da poeira. É poeira que vem do chão das estradas sujas de barros e areias confrente as residências . O eleitor que votou em Ione Sobral, se calou após a eleição (na segunda-feira) como se estivesse arrependido. O dia ficou parecido como se tivesse um velório. Quem morreu ninguém sabe! A coligação de Zé Carlos só fez 3 vereadores. Assim mesmo, dois deles nunca participaram das reuniões convocadas pelo candidato e há indícios de que apoiaram a candidata Ione, e o que participava dizia que "primeiro eu, segundo eu e depois os outros" A briga na coordenação foi grande. A Varzinhas nunca se uniu com o comando da coordenação da campanha de Zé Carlos e os locutores travavam brigas. Muitos diziam que "Zé Carlos iria ganhar essa eleição porque o povo queria, não por causa da coordenação que era muito desorganizada e sem comando. Se você engravidou e mesmo estando com o bebê no ventre já pode entrar na justiça pedindo pensão alimentícia para o pai. O nascituro começa a ter direito a tudo desde quando está no ventre da mãe. Se você bebeu demais e cometeu uma bestara, não se preocupe com a gravidade do problema, sua pena será amortecida. Você estava alcoolizado por isso não é consciente do que fez. 3 novos vereadores entram, Zé Franco fica de fora Com as saídas de Zé Carlos que se candidatou para prefeito, Juca a vice de Ione e Souza que preferiu não candidatar-se a reeleição, três outras pessoas entraram em seus lugares. Foram Gardênia, Jão ferreira e Janio. Os que já eram vereadores não tiveram suas vagas interrompidas por novatos. Isso mostra que o povo não gosta de renovar haja vista que se todos os vereadores candidatassem a reeleição seriam eleitos. Há quem diga que Zé franco não entrou por uma perseguição política na campanha onde apoiaram Jânio e Luciano para tirar a vez do mesmo. Zé Franco perde a eleição por um pouco mais de 25 votos a menos dos seus companheiros partidários. Foi uma surpresa para muitos pois Zé Franco seria o primeiro eleito da coligação mas por perseguição ficou de fora. Outra surpresa foi a candidata Gardenia da varzinhas, que acreditava-se ter mais de 1 mil votos, teve apenas pouco mais de 700. Entrou arrastada para a Câmara Municipal. Os vereadores eleitos foram Zé Bodega, Brasilina, Luciano, Ceiça, Jânio, Carmem, Mauro, João Ferreira, e Gardênia. Franco não entra, mesmo obtendo uma grande votação. Duas novas pessoas se elegeram no PMDB fazendo com que Franco ficasse de fora...