PARTIDO HUMANITÁRIO NACIONAL - PHN ESTÁ LEVANTANDO UMA CAMPANHA EM BUSCA DE ASSINATURAS. SE VOCÊ FOR CONVIDADO POR ALGUÉM PARA ASSINAR, ASSINE. COM ISSO ESTARÁ DANDO APOIO AO PHN QUE JÁ EXISTE EM QUASE TODO BRASIL E EM LARANJEIRAS/SERGIPE.

Acorda Povo Meu


O Cristão na Política II 

quinta-feira, 23 de junho de 2016

*Por Carlos Alberto
O que acontece quando a política é na igreja


Há quase quatro anos fui candidato. Um pastor resolveu levar meu nome político para a igreja por entender que é melhor votar em um evangélico que outro que não seja. Ele disse-me que a discussão entre os irmãos foi grande e gerou muito tumulto a ponto de um deles se retirar da igreja.  Acredito que, se o pastor líder da igreja já viesse falando nesse assunto mais tempo, com certeza a igreja aceitaria falar sobre o assunto, pois a maioria das coisas gira em torno de política. Até mesmo para escolha do titulares da igreja a exemplo do presidente, vice-presidente, secretário e tesoureiro – que se tem dentro de uma igreja. Como é o processo de escolha das pessoas que irão compor esses cargos, que é a diretoria executiva da igreja? Pois bem, seja qual for o critério de escolha trata-se de uma eleição, E isso não é política? Claro que sim. Há aqueles em que votam contra como os que votam a favor. No final, a maioria vence (como sempre é assim). É assim em qualquer processo de eleição.
Em muitos casos, o próprio irmão evangélico nos bastidores já tem uma pessoa para votar e vai agindo nas caladas junto aos demais irmãos implantando o político naquela igreja. Essa é uma das razões de não aceitar o nome que o pastor levou para apreciação. Tem casos que o irmão está apoiando pessoas que nem evangélicas são, por serem financiadas ou por algum tipo de benefício que recebe. Para mostrar força junto a seu candidato, ignora exatamente quando aparece outro e assim fica levando palavra que afastam o cristão do meio dos demais irmãos. Palavra como “política não é de Deus”, “o cristão não deve se envolver com política”, e tantos outros dizeres.
A Igreja é também uma escola que ensina, orienta, repreende e que educa procurando instruir a pessoa para a prática de boas ações, (II Timóteo 3:16-17). Então a igreja tem que falar em sexo conscientizando jovens e adolescentes bem como adultos; tem que falar em política, procurando conscientizar os cristãos sobre os pros e contra, e tantas outras coisas que se façam necessárias. Pois se não fizer isso, outros irão fazer de forma contrária – o que causará mais estrago ainda na vida da pessoa. Claro que um culto é um culto, não vai parar o culto para se falar em política! Cada caso é um caso, mas que principalmente os líderes de igrejas evangélicas precisam agir com sabedoria para tratar desse assunto ou quaisquer outros – sem que haja perca de membros. A Bíblia nos fala que devemos “Examinar tudo. Retende o bem”, (I Tessalonicenses 5:21). Aprendamos a ouvir tudo, mas absorver apenas o que é bom para nossa alma, para nossa vida.
Na política quem não presta são políticos que se deixaram levar pela corrupção e se corromperam. Será que numa igreja todos os fies são fies nos dízimos, nas ofertas, na igreja e com Deus? Claro que não! Tem cristão dentro da igreja que se corrompe, que envergonha a igreja e outras coisas mais. Da mesma forma existe na política. Então nem todos que estão na política são corruptos. E temos que prezar principalmente numa época como essa em que o país passa, por pessoas que verdadeiramente servem a Deus. Não como salvadoras da pátria, mas como pessoas que conhecem toda a Verdade e que não devem se corromper exatamente por conhecerem a Verdade. Mas se se corromperem? É um problema dela – que vai se ver com Deus. Quem conhece a Verdade e erra, o peso é bem maior!
A igreja não gosta de falar em política, mas no dia da eleição todos dessa e daquela igreja irão votar. E em quem irmão votar? Já parou para pensar nisso?
A maioria vota em ímpio. Foi assim eleição passada quando somamos todos os votos dos que foram candidatos evangélicos a época e vimos que o total não chegou a 600 votos entre quase os dez candidatos.
Meu irmão, minha irmã, desde quando o crente sai de sua casa em um pleno domingo para votar, ele já está participando de um processo político e o que é pior, elegem pessoas descompromissadas com a igreja e com o povo. A Bíblia nos diz, só para reforçar esse cristão que está pensando em votar em ímpios, que “enquanto o homem de Deus governa, o povo se alegra, mas quando o ímpio governa o povo geme” (Provérbios 29.2). E é exatamente o gemer que estamos vendo dia a dia a começar pelo governo federal junto a corrupção da Petrobrás e demais mazelas políticas, sem falar em outras esferas, citadas todos os dias pela televisão brasileira.
Você quer ajudar a sua cidade, seu Estado e seu País a viver bem? Então comece a pensar no seu irmão da fé e deixe seu líder religioso falar de política, quando necessário, em sua igreja. Lembra? “Examinai tudo. Retende o bem”, assim diz a Bíblia. Então ouça e escute tudo e absorva o que for melhor para você e sua igreja. Não deixe que a iniquidade de uns, possa tirar você da presença do Pai. Nada possa lhe tirar da presença do Pai: “Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o povir, nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor”, (Romanos 8:38-39). Então ouça e absorva apenas o que for bom. O que for ruim deixe pra trás, mas não precisa sair da igreja ou da presença do Pai.

*Carlos Alberto é... Pastor, possui curso em Teologia, Jornalista, Professor, Técnico em Informática, estudou o curso de direito até o 8º período,






segunda-feira, 20 de junho de 2016____________________________

O Cristão na Política I


*Por Carlos Alberto

Saul e Davi. Qual a diferença entre os dois e o que tem a ver com eleição?

Quando Deus escolheu Saul para reinar em Israel foi para que ele reinasse sob a sua direção e obediência (1º Samuel 10.1). Mas Saul não foi obediente e tomou outra direção deixando Deus irado (1º Samuel 15.2).
Sabemos que a mesma pessoa que ungiu Saul, foi a mesma pessoa que ungiu Davi com rei. Samuel ungiu os dois atendendo o comando de Deus, mas o fato de um reinado ser diferente do outro se deu porque nem todos, mesmo tendo o chamado de Deus, assume o compromisso e a responsabilidade que o Pai quer que assuma. E esse tem sido o segredo de uns agradar a Deus mais que outros. Saul já não estava mais agradando ao Senhor e por isso andou de mal a pior chegando a perder o reinado que o próprio Deus havia dado. Em seu lugar Deus ordenou Samuel ungir a Davi que reinou sob a obediência e agradou ao Pai.
Saul era de Deus, Davi também era de Deus. Mas por que Deus se irou com Saul e pediu para Samuel ungir outro em seu lugar? Por que Deus não tirou Davi do seu trono mesmo diante de algumas situações que lhe distanciou do Pai? O segredo está na obediência e em quem realmente quer servir a Deus como seu único e Senhor da sua vida.
Estou analisando nessa política pessoas que são evangélicas e que serão candidatas. Muitas delas amam e adoram verdadeiramente ao Senhor, mas não querem assumir o compromisso com Ele. Podem até ganharem a eleição, mas posteriormente serem a vergonha no meio do povo por se corromperem facilmente. De que adiantou ter uma postura de homem de Deus enquanto candidato, e depois de eleito perder a sensibilidade da ética e do caráter cristão?
Quando a Bíblia fala que “toda autoridade é constituída por Deus” (Romanos 13.1), nós sabemos que todos os prefeitos, vereadores, governadores, deputados e senadores sendo evangélicos ou não, foram constituídos por Ele, em outras palavras, forma eleitos porque assim Deus permitiu. Mas muitos chegam a ser até corruptos. O povo não quis? Saul o povo queria ele como rei, e Deus permitiu. Já o pastor é um homem além de ser uma autoridade constituída por Deus, é o representante direto do Pai aqui na terra. Por isso que, em muitos casos, principalmente em política, pensa-se primeiro no doméstico da fé. Pois segundo o apóstolo Paulo, em Gálatas 6:10, nos conta uma situação para olharmos em tempo para fazer o bem principalmente aos domésticos da fé. E quem é esse doméstico da fé? Os irmãos em Cristo Jesus, que professam a mesma fé no Pai Celeste! Ele diz: “Então, enquanto temos tempo, façamos o bem a todos, mas principalmente os domésticos da fé”.  Mas mesmo assim, ainda não é o suficiente para dizer que votando em um irmão da mesma fé ele não se corrompa em seu mandato. Se ele é um homem de Deus, ele não pode se corromper. Por mais tentação que passe, se estiver verdadeiramente com Deus, ele não vai se corromper. E desse, Deus se agrada. E é desse homem que a população precisa... por isso antes de votar é preciso fazer uma análise, uma investigação profunda para não se arrepender depois. Quem você vai votar, é um evangélico?, um pastor? Ou quem quer que seja, procure saber sobre as obras dele e seu perfil. Na dúvida, procure outro, pois o primeiro sinal é esse. Quem está em Espírito sabe quem é de Deus.
Muitos que dizem ser evangélicos ou até mesmo aqueles que assumem função ministerial não são quem elas mesmas dizem que são. Nessa época política todo mundo é bom, todo mundo é “santinho”, mas no fundo só querem roubar seu voto, ser eleito e entrarem na vaidade da vida, no orgulho e da soberba, e esbanjarem ostentação de que tem dinheiro e pode mais que outros... Infelizmente!!!
É preciso votar em quem tem chamado e compromisso com Deus, pois tem muitos Saul(s) espalhados por aí... pessoas carnais, fracas, desobedientes e sem espiritualidade.


*Carlos Alberto é: Pastor, Jornalista, Técnico em informática, professor e estudou direito até o 8º período.








O Evangélico na Política...

Não reclame tanto. Tome atitudes conscientes de que os bons precisam governar, e os ruins precisam cair fora!!!

Não adianta reclamar sem atitudes que levem a mudança. Muitos reclamaram de Dilma, mas na época da eleição votaram e a elegeram para presidência da República novamente. Reclamar hoje, a amanhã votar em quem tá reclamando, é falta de sabedoria e inteligência. E o homem de Deus é inteligente!!!
Lendo um texto pude perceber que muitos irmãos evangélicos criticam os demais que entram na política, e esquecem que a Nação, o Estado e o Município precisam de pessoas boas que governem e legislem voltados para os problemas sociais da sociedade. A Bíblia nos fala em Provérbio 29:2, que “Quando os justos governam, alegram-se o povo, mas quando o ímpio domina, o povo geme”. Demonstração maior que essa existe em outros livros da Bíblia, mas essa é uma grande referencia para que todos saibam que não é errado o evangélico entrar na política.
Muitas pessoas sofrem nos hospitais, nas filias dos bancos, no trabalho “escravo”, ou até mesmo desempregados, remédios para dar aos filhos e sem condições para compra-los, pessoas estão se drogando consumindo a sua própria vida, outros estão roubando e matando. O dinheiro some e quem paga a conta é o povo, estão metendo a mão no bolso do povo e tirando tudo, deixando-o numa situação desumana. Tudo isso e muito mais vem acontecendo. As pessoas ruins, vão tá ligando pra isso? Claro que não! Elas estão pouco se lixando para o que está acontecendo, mas as pessoas de bom coração sim, sentem a dor que o outro está sentido.
Se o evangélico não pode entrar na política por que é evangélico, um homem de Deus, uma pessoa boa, então vamos sempre sofrer nas mãos dos ruins porque quando deixamos de votar em pessoas boas de uma forma ou de outra acabamos votando em pessoas ruins. Por isso que o país está como está.
Aí depois fica falando, falando, falando que tá tudo ruim, que não tem dinheiro, que o talão de energia chega um absurdo, que eles são ladrões... e coisa e tal. Adianta tá falando, se não hora de fazer o que é certo você faz o que é errado? Votar é uma coisa séria, e como tal, precisa que você tome conhecimento sobre quem bate a sua porta, quem quer levar o seu voto. Muitos devoradores chegam de mansinhos em época de política, mas depois desaparecem e você não sabe nem pra onde foi seu voto. Quando falamos mal de um político e acabamos votando nesse em quem estávamos falando, estamos nos desmoralizando e produzindo o que é mal para outras vidas. “Falar mal não muda a situação, primeiro mude sua atitude e seu voto poderá mudar. Seja um agente de mudança na história do nosso país e não apenas mais uma vítima que só reclama da vida”, (Daniel Simoncelos).
Não vale apenas reclamar, mas agir buscando acertar onde errou.

O cristão e a Politica.

Por Elilson Soares Santos
Apesar de seu significado ser muito abrangente,de modo geral,por politica entende-se a arte ou ciência de dirigir,organizar e administrar uma Nação,Estado,Município ou qualquer grupo social.Possivelmente,em um futuro próximo,os evangélicos torna-se-ão o grupo religioso com o maior número de adeptos no país.
No cenário politico atual,a igreja evangélica conta com um expressivo número de representantes.No entanto,os cristãos continuam agindo timidamente em relação á politica,seja pelo ranço da desinformação e da alienação politica,seja por acreditarem que,na politica,reside toda sorte de mal e que,por ser assim,dela a Igreja deve afastar-se.
Nós como cristãos precisamos compreender duas verdades fundamentais:Deus criou uma nação para se revelar á humanidade,Israel;e não há nação sem sistema de governo.No antigo testamento,o sistema de governo predominante era a monarquia.No novo testamento encontramos a nação israelita sob o domínio politico do império romano.

A politica na Bíblia.
O povo que o senhor escolheu para trazer a salvação ao mundo,conforme prometido no Gênesis 3/5,viveu importantes eventos sociopolítico,antes de chegar á gestão mosaica. 
O primeiro governo (Gn 1.26;2.15)
O governador do novo mundo (Gn 6.8;7 1-5)
A fundação das cidades ( Gn 10.8-14)
A primeira megalomania politica (Gn11.1-8)
A nação israelita se expande (Gn 25.16-26)
Um israelita no governo egípcio (Gn 41.38-44)
O libertador do cativeiro egípcio (Ex 3.1-10)
Através desse ensinamento bíblico,o proposito de Deus é abrir o intelecto do seu povo.
Gênesis 41.15 -44.Leiam.
Facebook de Elilson Soares Santos




A Contribuição na Igreja... na Política


A contribuição na Igreja na política. A igreja, sofredora e fiel, acabou se associando ao Estado, afastando-se completamente do padrão bíblico de fé. A partir de então, com o passar dos anos, Igreja e Estado viveram uma disputa acirrada pelo poder. Embora não haja, no novo testamento, qualquer instrução direta acerca do exercício da política, o cristão deve considerar que a igreja não esta separada da sociedade. Os cristãos vivem a realidade terrena no seu dia a dia. Como expressão do Reino de Deus na terra, a igreja de Cristo tem a responsabilidade de disseminar sua mensagem de retidão em um mundo degenerado. Ela deve fazer isso de muitas maneiras, inclusive por meio da atividade política. Qualquer cidadão brasileiro tem o direito de candidatar-se a um cargo eletivo, sejam estes cristãos ou não. Aqueles que concorrem a quaisquer desses cargos precisam ter em mente que a igreja de Cristo jamais imporá os princípios da justiça enquanto condescender com atos irregulares. Os que adotam uma postura de indiferença, sobretudo em um pai livre e democrático, não tem o direito de se queixar da alta dos preços, dos altos impostos, da corrupção ou da má administração pública. A vida política é uma poderosa arma que, se usada conscientemente para o bem comum, pode contribuir para uma sociedade melhor e mais justa. Os cristãos precisam entender que a política é de Deus.






Tem Sodoma em laranjeiras, tem Gomorra tem!!!

Sodoma e Gomorra foram cidades que viviam em pecado e que deveria ser muito, mas principalmente os ligados à homossexualidade, imoralidade e perversão sexual. O relato disso é encontrado em Gênesis 19, da Bíblia Sagrada, quando dois anjos em forma humana vão a Sodoma para retirarem de lá, Ló e sua família antes que Deus destruísse a cidade com fogo. (como havia previsto).
Onde tem esse lugar em Laranjeiras?
Somos sabedores de que vários evangélicos já não andam passando mais por esse lugar nas noites de sexta a domingo. Na verdade esse lugar está na visão de todo mundo por ser no centro da cidade. Fica na Avenida Rotary – centro de Laranjeiras/SE. O local é tomado por pessoas de todas as idades, mas especificamente jovens e em muitos casos menores, muitos menores que se juntam ao grande número de pessoas que estão consumindo bebidas alcoólicas e até usando outros tipos de drogas. O barulho é grande com a disputa dos carros de som potentes. O cenário é de muita curtição, bebidas, drogas e prostituição. As farras começam todas as sextas-feiras e só terminam na madrugada da segunda. Do Muro da Prefeitura até o Centro de Tradições (trapiche) as farras são as mais alucinantes diante de tanta gente.
A polícia já deu muitos sacolejos principalmente nos proprietários dos carros de som. Mas depois que ela sai, tudo voltado como antes. Poderia dizer... nem a polícia está dando jeito. Mas quem dará jeito nisso?

Deus dará jeito nisso! Aí é onde entra as orações. As igrejas precisam unir mais suas forças e orarem mais por esse local. Precisamos tirar os jovens e menores desse lugar na noites de sexta a domingo. São vidas que estão sendo destruídas com o consumo de drogas, prostituição, e outras coisas assim como tem muitas pessoas sendo assassinadas na cidade. Quem mata comete pecado, quem está consumindo drogas e se prostituindo também cometem pecado.

Precisamos de ações espirituais assim como Josué que tomou as cidades de Jericó e Ai (Josué 6). Nós precisamos tomar Laranjeiras para Jesus. Alguém precisa fazer alguma coisa senão vai piorando cada vez mais.... Mais informações, clique Aqui para acessar a matéria e/ou imprimí-la




As pessoas querem libertar Laranjeiras isoladamente!!!

O mal terrível foi implantado nessa terra e não somente o que está acontecendo no Brasil: drogas, prostituição, furtos e roubos seguidos de mortes, a violência vem tomando o país, mas também nossa cidade. O que é pior, Laranjeiras tem uma “cultura” difícil de ser retirada e tem se prolongada por séculos. Um exemplo disso foi a chegada da Bíblia na cidade onde foi implantado um marco localizado na praça da Bandeira. Só pra se ter uma idéia, o Nolasco de Andrade, que aportou nas terras laranjeirenses no ano de 1863, foi apedrejado e tendo suas bíblias e panfletos sendo rasgados e jogados no Rio Cotinguiba. O mal não queria que a Bíblia fosse propagada em Laranjeiras.

Josué para invadir as cidades de Jericó e Ai precisou de um exército para conseguir tomar essas cidades para Deus. Conseguiu claro, não com forças físicas, mas espirituais obedecendo ao comando de Deus. (Josué 6:1-5; 7 e 8)

O que existe em Laranjeiras não será quebrado senão houver uma junção de homens de Deus para orar, jejuarem, e irem em frente quando sentirem que é chegada a hora de tomar Laranjeiras.  

A oração mesmo que isoladamente tem poder, mas imagine em grupos num exercito não somente de uma igreja, mas de varias igrejas que estejam no verdadeiro propósito do Senhor?

Esta casta não pode sair com coisas alguma, a não ser com oração e jejum (Marcos 9:29).

Imagine várias pessoas, grupos, igrejas unidas nesse propósito de oração, jesus e ação conjunta?

Sim, quebraremos esse mal da nossa cidade. Não que o que está acontecendo hoje deixe de existir, pois a Bíblia nos conta que “é mister que tudo isto aconteça, mais ainda não é o fim”. (Mt. 24.6). Ele acrescenta ainda que “... todas essas coisas são o princípio de dores”(Mt 24.8).

Deus quer que nós, homens e mulheres ajamos diante dos problemas sociais e espirituais. Façamos alguma coisa para transformar vidas e elevá-las ao Pai que estais nos Céus de braços abertos para aqueles que querem lutar, vencer e serem salvos.

Não vamos apenas agir, orar, clamar e inteceder por nossos irmãos (que são todos independentes de religião) de forma isoladas, mas de forma conjunta em comunhão um com o outro e na fé que Cristo nos ensina para vencer.

Mas seja qual for a sua opinião, nunca deixe de Orar!!!! 

Clique aqui para acessar e/ou imprimir a matéria:Libertar Laranjeiras







ACORDA POVO MEU: “Meu povo perece por falta de conhecimento”, fala Oseas 4.6

A Bíblia é bem clara no tocante a união do seu povo, Salmo 133 e tantos outros. Não é instituição bem como pessoas que vao unir as lideranças das igrejas. Mas de fato, alguém tem que dá uma cutucada. Se ninguém alerta que vai haver um bombardeio não há como as pessoas se livrarem desse bombardeio. Elas serão pegas de surpresa!
A Bíblia existe e já diz tudo que seu povo deve fazer, porém, tem aqueles que não leem, tem aqueles que leem mas não entende, e tem aqueles que leem e entende de outra forma. Alguns dizem até que não precisa fazer Teologia ou se preparar com outros livros ou mesmo cursos. Até concordo, mas a própria Bíblia nos fala que seu povo perece por falta de conhecimento (Oseas 4:6). Então o conhecimento existe e as pessoas não estão buscando, seria isso? Então nunca é demais você estudar teologia, textos bíblicos e a própria Bíblia. Nunca é demais!!! 
O apóstolo Paulo pede humildemente que os irmãos não briguem, que os irmãos falem a mesma língua, que os irmãos sejam unidos. “Rogo-vos, porém, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que digais todos uma mesma coisa, e que não haja entre vós dissensões; antes sejais unidos em um mesmo pensamento e em um mesmo parecer”. (1.Coríntios 1:10)

ACORDA POVO MEU: Vamos socorrer o outro para que assim agradem aos olhos de DEUS!!!

Vamos socorrer o outro para que assim agradem aos olhos de DEUS!!!
Toda igreja forma o corpo de Deus. 
Quando uma igreja sente uma dor, as demais deveriam sentir. Isso acontece? As lideranças estão sentindo as dores dos seus irmãos, ou apenas os irmãos da sua própria igreja?
Efésios 4.4-7, fala que há um só corpo, um só Deus...  O Salmo 133 e tantos outros versículos bíblicos prezam pela unidade dos irmãos. Isso tem acontecido?
O Livro de 1º Corintios 12:25, nos fala “Para que não haja divisão no corpo, mas antes tenham os membros igual cuidado uns dos outros”.
Precisamos cuidar também uns dos outros, como iniciei falando, se um corpo sofre os demais corpos deveriam sentir a dor e ser solidários procurando ajudar, caso possa, junto ao problema do outro corpo (que é o mesmo corpo)
Pois bem, vamos dar um exemplo: O pastor de uma igreja sobrevive em muitos casos do dízimo das ovelhas de sua igreja. 90% das ovelhas dessa igreja resolveram sair e ir para outra. O pastor perdeu as ovelhas, vai sobreviver de que se não tem mais dízimos? As lideranças que fazem parte de outras igrejas (que formam o mesmo corpo de Cristo) deveriam ajudar o líder que está sem rendas provisoriamente até que ele se estabeleça!  Isso tem acontecido? Continue lendo clique aqui: Vamos socorrer o outro






Acorda Povo Meu: Violência... um assunto que tem assustado a população de Laranjeiras

Chamamos a atenção de todos, mas agora é a vez dos cristãos especificamente das lideranças evangélicas.
Como Segurança é dever do Estado, mas o que sabemos é que esse Estado não tem cumprido seu papel. Em Laranjeiras são contados a dedo os policiais. Os policiais ganham bem, talvez foi isso que reduziu o número de policiais nas ruas pois uma vez aumentado o salário deles, pode-se dizer a diminuição de homens contratados. O concurso que houve para a polícia militar não satisfaz a demanda de ocorrências nas delegacias, os crimes nas lojas e mercados, assaltos a mão armadas que, muitas vezes termina em mortes.
Se o governo não está combatendo o crime que se organiza cada vez mais com pessoas que estão se associando a ele, então alguém precisa fazer alguma coisa e ninguém melhor que as igrejas entrarem em ação. Não vestindo fardas de policiais e irem às ruas, mas “se revestindo da armadura do Espírito Santo” (Efésios 6:11 ) treinando seu exercito e sendo treinados para servir não somente aos que estão alojados em suas igrejas, os fieis, mas a todos que estão nas suas redondezas.


Serviços de ação social ajudam, mas não é somente dando feirinha, não é dando somente roupas. É acompanhando quem realmente precisa de assistência tanto espiritual com social. O drogado precisa de ajuda e, se não tiver ele ficará mais revoltado e parte para o crime. O que está com fome precisa de ajuda tais como alimentos mas precisamente emprego para comprar a sua alimentação. Se você como igreja está fazendo isso, então sua parte está sendo feita. Falta que outros também façam a sua parte.
Muitas igrejas em Laranjeiras estão mudando de horários dos seus cultos por conta da violência. Mas a violência continua... Daqui alguns dias as igrejas não vão querer realizar mais culto por causa da violência. E agora?


O que a sua igreja está fazendo para acabar e/ou minimizar a violência, a fome e a pobreza? Vamos nos manifestar gente, abrir nossos olhos e cair na real. Precisamos que o poder público faça a sua parte, mas se ele não fizer vamos ficar esperando? Nós, como igreja, precisamos fazer a nossa parte e não somente espiritualizar, mas também socializar,,,
Clique aqui para imprimir a matéria: Violencia, o que a Igreja pode fazer?

Acorda Povo Meu - Em entrevista o Apóstolo Jamesson demonstra está preocupado com a situação social e espiritual do povo de Laranjeiras


Estivemos com o Apóstolo Jamesson, quarta-feira, 23/04, e conversamos bastante e sobre tudo.
Ao ser perguntado sobre a cultura do povo de Laranjeiras referente a avanços tantos no cenário político, social como espiritual, ele nos disse que antes mesmo de vir a Laranjeiras estudou sobre essa cidade. “O problema de Laranjeiras mim fez amar esse povo”, citou ele acrescentando que vai em cima do problema. “Eu escuto as pessoas, sinto os problemas delas e tento encontrar uma solução para seus problemas”.
O apóstolo Jamesson acha que a cultura das pessoas em Laranjeiras, como é de muitos anos, é uma questão de mentalidade. Para ele é um problema difícil de ser quebrado, porque as pessoas acreditam que a vida delas é assim mesmo e que ninguém mais dará jeito porque tem que ser daquele jeito. Mas segundo ele, “tem jeito sim. E é só uma questão de tempo, mas que essas pessoas precisam de um acompanhamento social, psicológico e, sobretudo espiritual”. Jamesson diz que “toda mudança produz um mal estar”, ou seja, quando se estar acostumado com um clima, uma situação, fica difícil ela aceitar outra situação pelo costume que já tem há anos. “A passagem Bíblica de João 5, profere algo sobre isso”, fala.
Quando questionei sobre as igrejas ele disse que “a igreja precisa causar na sociedade uma transformação”. Se colocou a disposição se associar a Unimel e estar junto no que for necessário para a unidade do povo de Deus.
Perguntamos sobre a Boate realizada na igreja dele e nos disse que não foi nada disso que falam, foi um evento para jovens e denominado de JUMP – Jovens Unidos Multiplicando Poder, que no primeiro evento contou com 100 jovens onde mais de 60% deles não eram evangélicos. E tudo foi centralizado em Jesus, para ganhar as almas. Já o segundo evento contou com mais de 300 jovens e pastores de diversas igrejas tanto de Laranjeiras com de outras localidades. “Apesar de ser um evento de entretenimento para jovens todos os cuidados e olhares estavam voltados para eles para que nada fosse realizado fora do normal”, fala. Jamesson diz ainda que no local do evento que foi sua igreja, a cada ponto havia um suporte estratégico para que o evento fosse realizado com segurança e responsabilidades.
O apóstolo Jamesson finaliza dizendo que em Setembro desse ano haverá uma grande Marcha em Laranjeiras. Clique aqui para imprimir esta página 





ACORDA POVO MEU: Ano de eleição, será que temos um povo preparado para isso também?

Por Carlos Alberto

Estamos em um ano de eleição. Desta vez para deputado estadual e federal, senador, governador e presidente da república. Votaremos em cinco pessoas.
Na última eleição (2012), que foi para vereador e prefeito, em Laranjeiras comentava-se que o número estimava em mais de 4 mil evangélicos num patamar de 15 mil eleitores.  
Somente o povoado Pedra Branca, que tem pouco mais de 4 mil eleitores, elegeu cinco vereadores: Mauro, Niltinho, Adriano, Laercio e Sobó (que teve mais votos que vereadores e acabou sendo suplente). Uma prova de União, Pebra Branca se uniu para o melhor do seu bairro. E o povo evangélico, será que se uniram pelo melhor do seu povo?
Veja um mapa de candidatos evangélicos em Laranjeiras: Tavares, o mais votado com 283 votos; Elieverton, com 180 votos; Tucano (Carlos Alberto), com 157 votos; Lenilson, com 66 votos; Pr. Wilton, com 54 votos; Pr. Joel, com 25 votos e Caro Irmão, com 04 votos. Somando a votação de todos somaram os 769 votos. Mas cada candidato obteve votos de evangélico e também de não evangélico. Ou seja, Se Tavares teve 283 votos, vamos dizer aí que 100 votos ele conseguiu de amigos que não são evangélicos. Assim, dos 769 votos que esses candidatos tiveram supomos que apenas 500 foram de evangélicos! Então, não dava pra eleger um. Pois, nessa eleição que estamos falando, os que conseguiram se eleger, obtiveram mais de 500 votos! Em outras palavra 4 mil evangélicos não conseguiram eleger um, um sequer!
Na eleição de 2012 muitos evangélicos diziam que “eleição é coisa do diabo e que evangélico não deveria se meter nesse meio”. E até hoje muitos dizem a mesma coisa.
Interessante que no dia da eleição o eleitor evangélico participa votando em candidatos e em muitos casos apoia candidatos mesmo sabendo que não são evangélicos. Então, eleição só é do diabo quando o evangélico se candidata, é? 
Aqui vai uma dica, nosso povo estava e ainda está despreparado. As lideranças evangélicas devem preparar seu povo também, para as eleições. Ser vereador, ser prefeito, ser deputado ou mesmo governador é um direito de qualquer pessoa independente de religião, mas a Bíblia nos fala que “o povo se alegra quando é governado por pessoas cristãs, e geme quando governado por ímpios” (Provérbio 29.2). Diz ainda que temos que “olhar primeiro aos domésticos da fé”(Gálatas 6.10).
Tantos homes de Deus estiveram no poder e tudo melhorou, a exemplo de José que foi governador do Egito. Nesta época o povo se alegrou por ter um governo como ele...
Vamos preparar nosso pessoal para votar nos evangélicos e isso cabe a você líder de igreja. Se você não prepara seu exercito, o inimigo vem e o devora! “A Deus o que é de Deus e a César o que é de César”(Lucas 20.25). Se tem candidato evangélico, por que votar em quem não é evangélico? Pense nisso!




Acorda Povo Meu: "As Igrejas Evangélicas de toda Laranjeiras estão lotadíssimas"


As Igrejas Evangélicas de toda Laranjeiras estão lotadíssimas. Em cada ponto uma Igreja, com a carência da comunidade elas ficam lotadas. Mas chamamos atenção para uma discussão interessante. A igreja precisa sair de dentro de quatro paredes e não ficar pregando apenas a palavra espiritual para seu povo, mas também trabalhar o social de cada povo que em sua maioria é um povo (como já dissemos acima) carente. Precisa comer, vestir e trabalhar para produzirem suas necessidades mais pessoais.
Algumas lideranças estão atentas a isso, estão saindo de quatro paredes e estão evangelizando, levando a palavra e ouvindo suas carências. Muitos estão usando técnicas diferenciadas para evangelização a exemplo do Impacto Restaurador (25/01) organizado pela Igreja Fogo Restaurador; Outros estão empenhados em eventos gospel fora da igreja em praças, ruas e etc. Tudo isso tem levado ao Movimento Evangélico de Laranjeiras de forma mais abrangente.
Mas chamamos a atenção principalmente por ainda estarmos pecando nessa área: a unidade do povo. Precisa-se cercar Laranjeiras, claro que em cada ponto se tem uma sede de Igreja, mas não há união entre cada liderança. Com isso, cada igreja se torna apenas uma igreja isolada em pontos estratégicos, mas de forma isolada! Mas avançando, nos unindo, não daremos lugar para o inimigo agir. Assim derrubaremos todas as forças malignas implantadas em Laranjeiras porque estaremos fortes em oração e unidos pela mesma fé com o objetivo de expulsar satanás de nossa cidade. Mas se não houver essa unidade e cada igreja trabalhar isolada, não teremos forças para expulsar satanás. Se uma igreja pode expulsar satanás da vida de uma pessoa, todas as igrejas unidas poderão expulsar satanás da vida de milhares de pessoas e assim Laranjeiras terá menos problemas com as drogas, com a criminalidade, com a falta de obediência de filho para com os pais, e muitas coisas que estão levando nosso povo ao fracasso espiritual e material. Deus diz no Livro de Isaias, 1.19 – que “Se quiserdes, e obedecerdes, comereis o melhor desta terra”. Então, nós ministros evangélicos de Laranjeiras estamos esperando o que para nos unir e dar o melhor desta terra ao nosso povo? Se sozinhos (igreja isolada) conseguimos fazer um grande estrago na vida de Satanás, quanto mais unidos (todas as igrejas)?

Publicado no Jornal Impresso Folha da Cidade News, de 01/01 a 15/02/2014)




Laranjeiras se libertando e aderindo as manifestações dos eventos Evangélicos
(Publicado no jornal impresso Folha da Cidade News. Ed. 09 de set/outubro/2013)

No passado não tão distante já havia manifestações em relação a eventos evangélicos. Algumas pessoas interessadas realizavam caminhadas, o cantor Lázaro e Alice Maciel estiveram (2008-2009) em Laranjeiras. Em 2011 foi realizado a Semana Evangélica com a presença do cantor Marcos Antônio e vários outros eventos ocorreram em Laranjeiras a exemplo do Clama Laranjeiras (2012). Esse ano (2013) apareceu mais evangélicos utilizando-se de boa vontade, (não necessariamente pastores) e realizaram eventos evangélicos a exemplo do “1º Eu Quero é Deus”, onde 10 vidas se converteram; “Deus tem uma Bênção Pra Você”, com a presença de Daniel Diau, com 4 vidas convertidas. Nesse mesmo dia a Primeira Igreja Batista Peniel, do Pr. Jorge e equipe, realizou um evento no Clube presenteando as crianças carentes de Laranjeiras. Uma ação linda! Além desses eventos que ocorreram, vem o Clama Laranjeiras 2013 agora em novembro, o aniversário do Comitê de Evangelização – que será na Praça da Matriz, “1º Encontro de Adoração e Paixão por sua Presença”, organizado pelo pro duas igrejas: a do Pr. Fábio e a do Pr. Aerton e outros eventos que deverão acontecer até o final do ano. Também tem o Apostolo Jamesson através da Sociedade Bíblica do Brasil realizou na quinta-feira, dia 31/10, sem falar em um simples irmãos que pretendem organizar o “Deus estava aqui e eu não sabia” – visando colocar para as pessoas que muitas das vezes não nos damos conta de que Deus está do nosso lado e muitas bênçãos poderiam acontecer, mas por ignorância deixamos passar. Nesse último evento “panfletos, bíblias serão distribuídas no Povoado Machado”, cita o irmão Leo.
Esses eventos são muitos importantes para Laranjeiras e o povo está clamando muito pela presença de Deus. A gente sente a vontade de irmãos quererem realizar eventos que levem a palavra do Senhor e se isso acontecesse pelo que tenho observado, seria um evento por mês caso tivéssemos condições financeiras para tal, pois a grande vontade já existe.
A minha ideia é criar meios que em toda Laranjeiras possa ser realizado eventos evangélicos seja social e espiritual, mas que aconteça e deles venham-se os frutos: conseguir almas para o reino dos céus. Que toda Laranjeiras seja liberta e convertida para Jesus.
Resumindo, esse foi um ano da evangelização em Laranjeiras por meio de eventos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário