FELIZ NATAL PRA TODOS E UM ANO DE 2017 CHEIO DE PAZ, AMOR E MUITA PROSPERIDADE JUNTO AO PAI CELESTRE: NOSSO DEUS TODO PODEROSO!!!

30/07/2015

4º Salão Internacional Gospel acontece na próxima semana com grande mix de produtos e reúne as melhores empresas de música, literatura e tecnologia do país

Com mais de 100 expositores confirmados, na próxima semana acontece o 4º Salão Gospel, onde diversos lançamentos tecnológicos, musicais, cinematográficos, literários e industriais vão estar à disposição dos visitantes da feira.
Um olhar para o céu e outro para as oportunidades. É dessa forma que muitos chegam ao mercado do Senhor, de olho no que não podem ver, mas com a fé que podem modificar suas vidas e também multiplicar suas contas bancárias. Assim uma grande maioria pensa, são homens e mulheres de negócios de todos os cantos do país e do mundo, dispostos a investir num mercado promissor, que vem se consolidando dia a dia e que já provou que: "Ele tem a força!". Aventureiros não costumam ter muito êxito no setor. Haja visto algumas tentativas de eventos organizados por empresas que desconhecem o segmento e que não sobreviveram... Quando o assunto é fé, hábitos e costumes a credibilidade vem com o tempo de atuação e relacionamento. É preciso caminhar junto com quem já tem estrada e conhece bem as coisas de Deus.
Uma boa oportunidade para se aproximar desse setor com segurança é visitar o 4° Salão Internacional Gospel, feira anual que representa o segmento, organizada e idealizada pelo Grupo MR1, que acontece de 6 a 8 de agosto de 2015, no Expo Center Norte, em São Paulo. O evento, que é o mais conhecido e completo do meio, reúne gravadoras, editoras, distribuidoras, empresas de instrumentos musicais, sonorização, iluminação, vídeo, tecnologia, faculdades, universidades, igrejas, comunidades, alternativos, exposições culturais e apresenta um grande mix de produtos, sendo um verdadeiro balcão de negócios que acompanha toda a efervescência, popularidade e profissionalização de um mercado abençoado por Deus e bonito por natureza, que não conhece crise e não para de crescer.
Todos os dias são diversos produtos que chegam às prateleiras de todas as lojas do Brasil. Só a Música Gospel brasileira fatura bilhões e chama a atenção de todos dispostos a mergulhar nesse mar de ritmos e cifrões, cheio de oportunidades e grandes peixes. Pesquisas recentes revelam que esse segmento promissor, que cresce 14% ao ano é um dos mais rentáveis no país. Segundo dados da Associação Brasileira de Produtores de Disco (ABPD), o estilo está presente entre os 20 CDs mais vendidos no Brasil. A Música Gospel, que tinha espaço apenas dentro das igrejas no início do século XIX, hoje é executada em todos os cantos do mundo. No Brasil, espalhada em hipermercados, lojas de conveniência e de discos, ela é um sucesso! E não existe exagero nos números, não. A verdade é que atualmente o mercado evangélico brasileiro movimenta cerca de R$ 21,5 bilhões por ano. É o segundo lugar em volume de vendas, são R$ 330 milhões em venda de instrumentos musicais, acessórios e sonorização de um total de R$ 650 milhões, mais de R$ 500 milhões em venda de CD’s e DVD´s.

Na literatura não é diferente, os livros também dão impulso ao faturamento anual do mercado evangélico e até Hollywood se rendeu ao poder da fé em 2014: chegaram aos cinemas grandes produções, como Noé, O filho de Deus (já inspirado no seriado A Bíblia, do History Channel) e Exodus. A mais recente edição da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, de 2012, aponta que a Bíblia e determinadas obras religiosas são procuradas frequentemente por 65% e 57% dos leitores, respectivamente. Só eles movimentaram R$ 458 milhões no ano, segundo o levantamento Produção e Vendas do Mercado Editorial Brasileiro. Com números tão expressivos na leitura, que definitivamente não é o foco da população brasileira em termos de lazer, não é difícil entender por que o mercado religioso movimenta bilhões ao ano. Exemplo foi o sucesso de Nada a Perder. O livro é o maior fenômeno editorial dos últimos anos no país. A autobiografia do bispo Edir Macedo, escrita em co-autoria com Douglas Tavolaro, vice-presidente de Jornalismo da Rede Record, se tornou em poucas semanas o livro mais vendido do ano. Os números foram disponibilizados pelo Publish News, o principal termômetro do mercado editorial brasileiro. Em nove semanas, o livro ultrapassou todas as outras obras no ranking e assumiu o primeiro lugar, com mais de 750 mil exemplares vendidos. O livro também aparece há oito semanas consecutivas como o mais vendido no ranking da revista Veja. Também aparece há cinco semanas no ranking da revista Época, e está no topo dos mais vendidos dos jornais Folha de S.Paulo e O Globo, vendendo mais de 4 milhões de cópias em todo o mundo. Esse fenômeno é observado também pelo Grupo MR1, responsável pela feira que representa o setor e que tem o evento paralelo chamado Flic , dedicado aos editores, distribuidores, livreiros e aqueles que admiram uma boa leitura. Um grande e polêmico destaque desse ano será o lançamento da Bíblia "Brit Hadasha - Restauração da Aliança" dentro do Salão Internacional Gospel traduzida do hebraico diretamente para o Português  pelo Rabino Mario Moreno que questiona erros em traduções já existentes e que na ocasiãorealiza uma palestra falando sobre o assunto.
Outras novidades é o concurso cultural “Meu pequeno autor cristão” que tem o objetivo de incentivar a criatividade, a escrita e no futuro o aparecimento de novos autores consagrados. Podem participar crianças até 12 anos e o ganhador além de uma cesta de livros será colaborador por um ano da Revista Panorama Cristão, que é uma publicação do setor. Ou ainda a Exposição " A imprensa Evangélica Brasileira de Todos os Tempos" que pretende resgatar a história dos principais veículos de comunicação evangélicos  e de seus fundadores ao longo do tempo. 
Mais um destaque  é o mercado de games e de esportes direcionado aos evangélicos. Para isso o Espaço Gospel Games" foi criado dentro do Salão Internacional Gospel, dedicado às crianças e jovens que visitarem a feira, é um termômetro disso. Quem chegar no espaço poderá sentar e jogar seus jogos preferidos bíblicos e até participar de desafios que serão lançados dentro da feira. Hoje pesquisas revelam que se somar a quantidade de horas que cada jovem com menos de 18 anos gasta com jogos on-line é possível chegar em algo como 3 bilhões de horas. A dedicação a esses jogos é tamanha que especialistas acreditam que em breve passar tantas horas jogando deixará de se tornar um problema, pois os jogos serão uma ferramenta educacional e para os evangélicos os jogos constituem mais um instrumento de evangelização. "É também uma poderosa ferramenta para se levar o evangelho a uma faixa etária que não desgruda dos joguinhos", afirma Luciana Mazza, organizadora do Salão Gospel e idealizadora do espaço Gospel Games. "Pretendemos trazer os melhores jogos do nosso segmento para dentro desse espaço. Além de aprender sobre a Bíblia, as pessoas vão ter um momento de diversão sadio e edificante junto a grande família cristã". Para Carlos Magalhães, diretor de Web da Rede Novo Tempo de Comunicação, o crescimento do número de pessoas alcançadas por esses aplicativos é uma realidade. Ele  falou a respeito: “Podemos dizer que está havendo um crescimento, sim, em função da curiosidade das pessoas por materiais com esse direcionamento”, disse. Outro dado que confirma este crescimento é a versão do aplicativo Profecias para Crianças nas línguas inglês e espanhol, uma forma de alcançar cristãos de outros países com a mensagem bíblica.  No esporte, conta os organizadores do evento, que o destaque será uma pista de skate no meio da feira que será visitada por esqueitistas famosos evangélicos. São do Pastor Wanderley Bolão que chegou a ser um dos 5 melhores esqueitistas do Brasil a declaração:" Jesus é o caminho. E eu vou de skate para o céu!"

O segmento como um todo gera mais de 2 milhões de empregos. São mais de 2 bilhões de venda de discos mais produções de shows. Por ano abrem-se mais de 14.000 igrejas evangélicas no Brasil, o que corresponde a 38 novas igrejas por dia, 1 a cada 45 minutos em média.

Diariamente, as igrejas recebem novos convertidos, que passam a consumir vorazmente os produtos cristãos. E a música, que é o carro-chefe deles, é o único segmento fonográfico que cresce em venda de discos no País. Além desses, outros números chamam a atenção: recente matéria publicada na Revista Veja chegou a classificar o segmento como "um mercado que não conhece dificuldade" por ser pouco afetado pela pirataria moderna e pelo compartilhamento de mp3 na Internet. O que era antes um nicho pequeno, fechado em si, com produções de baixa qualidade, passou a ser um grupo forte e com um poder econômico avassalador. Segundo a revista e o Salão Internacional Gospel, são 600 rádios brasileiras que transmitem programação Gospel no Brasil, 157 gravadoras. Sendo que a faixa etária que concentra a maioria dos fãs do gênero é de 25 a 40 anos, onde 66% são do público feminino e 56% da Classe C. Na mesma velocidade em que cresce o rebanho cristão, multiplicam-se as lojas de vestuários evangélicos, blogueiras, sacoleiras que compram no atacado artigos de grifes e lojas virtuais tentam dar conta da demanda de quem não pode ir a São Paulo no Salão Internacional Gospel, o centro de moda cristã. Evangélicas chegam a gastar, em média, R$ 6 mil por mês com roupas e sapatos. O livro sagrado respalda a vaidade: “A mulher de verdade cuida bem da aparência e dos que dela dependem”, diz o provérbio. Na igreja ou no trabalho, as fiéis devem se vestir de acordo com a palavra de Deus. “Que Deus ponha em nossos corações a vontade de sermos fiéis a Ele e que possamos dar bom testemunho através do nosso vestir”, citou a blogueira Mari Raugust, no blog ‘Passarela Estreita’.

Para Marcelo Rebello, organizador e idealizador do Salão Gospel e também teólogo que dá palestras sobre marketing e religião, o mercado continua inchando, reforça: são 4.500 artistas e bandas onde são lançados no mínimo 10 CDS por mês, ou seja, 1 a cada 3 dias e cerca de 4.000 novas obras musicais anualmente, fomentando a receita com arrecadação de direitos autorais. A área de educação também se destaca, com 740.000 alunos em 934 instituições de ensino controladas por evangélicos. Ele prevê, baseado em estudos feitos pela Sepal (Servindo aos Pastores e Líderes), que em 2020 os evangélicos chegarão à marca de 109,3 milhões (52%), num total de 209,3 milhões de brasileiros, isto obviamente se a taxa de crescimento se mantiver nos patamares anteriores, sendo metade da população brasileira formada por evangélicos.

Na esfera política, primeiro no Estado do Rio de Janeiro, a Música Gospel foi reconhecida como manifestação cultural e está inclusa na Lei 5.826, de 20 de setembro de 2010, de autoria do Deputado Edson Albertassi, sancionada pelo Governador Sérgio Cabral. A lei criou facilidades na obtenção de patrocínios de empresas privadas para os eventos, ampliando ações e estimulando o crescimento do segmento. Em janeiro de 2012, houve o reconhecimento nacional da Música Gospel como manifestação cultural. A Lei 12.590 foi sancionada pela presidente Dilma Rousseff, alterando a Lei Rouanet para estender os benefícios da renúncia fiscal também à Música Gospel. O texto abrange no escopo da Lei Rouanet (legislação que define o leque de atividades culturais passíveis de financiamento público), o artigo 31-A, que estabelece o seguinte: "Para os efeitos desta Lei, ficam reconhecidos como manifestação cultural a Música Gospel e os eventos a ela relacionados, exceto aqueles promovidos por igrejas". Em São Paulo, os evangélicos também vêm ganhando o seu espaço, em agosto de 2014, o Salão Internacional Gospel que faz parte do Calendário Oficial do Estado, foi homenageado na Assembleia Legislativa e na ocasião foi lançado o “primeiro tijolo simbólico” do Museu Cristão, idealizado também pelos responsáveis pela feira da cultura cristã e apoiado pelo deputado Fernando Capez (PSDB-SP), mais votado em todo o estado nas últimas eleições e atual presidente da casa. Para Capez, o foco do museu deve ser “histórico e cultural”, e não religioso. São também de Luciana Mazza, curadora do museu, as palavras: "Entendemos que existe uma cultura evangélica a ser preservada, hábitos, costumes, registros musicais e editoriais. Notícias em todos esses anos que vão estar nesse acervo. Ocorreu uma grande mudança através do tempo e essa história deve ser resgatada e contada. O resgate da memória é de suma importância devido à construção de uma identidade consistente de um determinado povo. Para isso é necessário que não deixe de rememorar, ir em busca das raízes, das origens, do âmago da sua história, etc. A memória tem um caráter primordial para elevação de uma nação e de um grupo étnico, pois aporta elementos para sua transformação. Essa é a intenção do Museu Cristão. Somos muito gratos a Deus pela oportunidade de esta a frente de um projeto como esse e de ter ao lado  pessoas que acreditam no nosso setor.O Deputado Fernando Capez é uma dessas pessoas que inclusive será homenageado na  Cerimônia de Abertura do 4º Salão Gospel. 

Para o sociólogo Carlos Aystrim, que recentemente escreveu um livro sobre o assunto, iniciativas como essa só comprovam que o maior país católico da América Latina está cada vez mais evangélico! Ele explica: “A prova de todos esses números é a popularização do estilo, notado nos últimos anos na grande imprensa brasileira que vem falando regularmente sobre esse nicho e também nas infinitas oportunidades de negócios, que abriu as portas de vez para essa fatia da sociedade alcançar a modernidade e ocupar o seu espaço na sociedade. Estamos diante de uma verdadeira revolução dos evangélicos, onde os mesmos se destacam através de sua cultura, hábitos, criatividade, mas, principalmente, pelo seu poder econômico". 
Na opinião dos responsáveis da feira do mercado cristão, os jornalistas Marcelo Rebello e Luciana Mazza, a chegada da modernidade é inegável e teve um lado muito positivo trazendo consideráveis avanços para os evangélicos, eles lembram: “Hoje temos diversas facilidades que não existiam no passado, muitos horários ocupados na TV por evangélicos, e-commerce especializado para esse público, turismo diferenciado, redes sociais, entretenimentos direcionados, tecnologias avançadas. Falando sobre tecnologia, as lideranças evangélicas buscam cada vez mais as inovações tecnológicas e as soluções para os seus problemas, principalmente em áudio, vídeo e segurança, a mudança dos equipamentos analógicos para digitais abriu um leque de possibilidades por um custo infinitamente melhor. Durante os cultos já é possível ver dentro das igrejas modernos equipamentos de som, circuito de TV, projeções em telões e até transmissão em tempo real. Em 2014, empresas como a Newtek e a Pinnacle estiveram no Salão Internacional Gospel e foram homenageadas na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo pelo Deputado Fernando Capez. Esse ano, a participação das empresas ligadas à tecnologia serão bem mais abrangentes. No Palco 360º teremos um Tricaster 3play, que em telões distribuídos pela feira por meio de fibra óptica vão passar as melhores entrevistas e conteúdo dinâmico durante todo o evento e a feira será transmitida em tempo real pelo site e pelas redes sociais com grande cobertura da mídia especializada. Os visitantes e expositores poderão interagir digitalmente, ampliando as possibilidades de contato e gerando ainda mais notícias e negócios.Esse ano eventos como o show "Cristãos Unidos Contra o Câncer feito pela Cruz Vermelha  com a feira onde vão se apresentar nomes como Fernando Cester, Pastor Massao Suguihara , Fex Bandollero e no Encontro Atmosfera da Adoração Fat Family, Marina Ava serão alguns dos nomes das 200 apresentações que acontecem durante os três dias de feira. Sem contar as novidades desse ano como a pista de skate para os skatistas de Jesus e os destaques dos expositores Exemplo é Dealer que  pretende levar a nova linha de microfones Shure que são desenvolvidos para igrejas com baterias recarregáveis. Tudo isso e muito mais, afirmam, vai poder ser encontrado dentro do 4° Salão Internacional Gospel, a grande casa da família cristã que reúne toda uma cadeia produtiva, sendo um momento único do setor para se fechar grandes negócios com segurança e conhecer mais sobre o povo de Deus. A feira tem uma programação totalmente cultural, será gratuita e aberta ao público durante os três dias, sem dúvida o evento mais esperado do ano para os evangélicos e para aqueles que pretendem investir no setor!", concluem.

4º Salão Internacional Gospel
De 6 a 8 de agosto de 2015
Organização: Grupo MR1
Local: Expo Center Norte
Visitação Gratuita
www.salaointernacionalgospel.com.br
www.facebook.com/salaogospel
mr1assessoriadeimprensa@gmail.com
013 97413-5841 | 87*13165

Nenhum comentário:

Postar um comentário