NO DIA 30 DE SETEMBRO ACONTECERÁ UMA FESTA EM HOMENAGEM A TODOS OS PASTORES DE LARANJEIRAS. PARTICIPE!!!

18/05/2015

Nomeação de filha de pastor da Universal como assessora no Ministério do Esporte causa polêmica

O ministro do Esporte, George Hilton (PRB-MG) nomeou a filha de um pastor da Igreja Universal do Reino de Deus para ser coordenadora de infraestrutura de sua pasta.
Hilton, que é pastor licenciado da Universal e foi reeleito para seu terceiro mandato como deputado federal em 2014. Em janeiro deste ano, foi nomeado por Dilma Rousseff (PT) para comandar o Ministério do Esporte, ocupando a cota do PRB no governo, que antes era exercida por Marcelo Crivella (RJ) no Ministério da Pesca.
A nomeação de Waleska Bondade Lima, 18 anos, causou bastante polêmica. Ela cursa o primeiro ano de uma faculdade de Direito em Brasília, e seu pai, Wagner Lima, é pastor da Igreja Universal e amigo do deputado distrital Júlio Ribeiro (PRB), que o apresentou ao ministro Hilton.
A jovem recebia um salário de R$ 4.700,00, além de benefícios e verbas indenizatórias para atuar como coordenadora de infraestrutura da Secretaria Nacional de Esporte de Alto Rendimento, segundo informações do portal Uol.
No entanto, a divulgação da nomeação da jovem no dia 17 de abril causou enorme repercussão, e no último dia 13 de maio, Waleska pediu exoneração do cargo.
Miss
A indicação da filha de um pastor colega de denominação não foi a única contratação de Hilton à frente do Ministério do Esporte que causou polêmica.
A modelo Cibele Mazzo, que já foi miss da comunidade brasileira nos Estados Unidos em 2010, foi nomeada pelo ministro como assessora da Secretaria Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor, com um salário de R$ 8.554,70.
Formada em administração, Cibele Mazzo vinha trabalhando como modelo e atriz até a nomeação no ministério, e sua indicação teria sido feita pelo secretário Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor, Rogério Hamam (PRB-SP).

Gospel mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário