PARTIDO HUMANITÁRIO NACIONAL - PHN ESTÁ LEVANTANDO UMA CAMPANHA EM BUSCA DE ASSINATURAS. SE VOCÊ FOR CONVIDADO POR ALGUÉM PARA ASSINAR, ASSINE. COM ISSO ESTARÁ DANDO APOIO AO PHN QUE JÁ EXISTE EM QUASE TODO BRASIL E EM LARANJEIRAS/SERGIPE.

19/02/2015

Assembleia de Deus mobiliza 40 mil pastores na coleta de assinaturas para fundar seu partido

O plano da Assembleia de Deus de criar um partido político que reúna todos os fiéis que atuam nos poderes Legislativo e Executivo está sendo posto em prática com a ajuda de um exército de pastores e obreiros.
A Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) mobilizou, através dos ministérios filiados, um contingente de mais de 40 mil pastores, recolhendo assinaturas de fiéis em aproximadamente 100 mil locais de culto em todo o país.
A CGADB assumiu o projeto de criação do Partido Republicano Cristão (PRC) como forma de dar legitimidade à sigla, congregando as diversas correntes políticas da denominação, e pôs o plano em prática a partir da última eleição. A eventual legenda já conta com um siteonde apresenta suas aspirações.
“Existe um pensamento em nos concentrarmos em um único partido, para que a nossa ação seja mais direcionada e eficaz. Como a lei eleitoral cria restrições para a migração de partido, as assinaturas para se criar uma nova sigla estão sendo providenciadas”, disse o pastor Lélis Marinho, responsável pela coleta de assinaturas, de acordo com informações do jornal Valor Econômico.
Dentre os pastores assembleianos com mandatos parlamentares a nível federal estão Marco Feliciano (PSC-SP), Eurico da Silva (PSB-PE), Silas Câmara (PSD-AM), Sóstenes Cavalcante (PSD-RJ), Paulo Freire (PR-SP) – filho do presidente da CGADB, pastor José Wellington Bezerra da Costa -, entre outros.
Com 18 milhões de fiéis, os diferentes ministérios da Assembleia de Deus formariam uma força política significativa se o projeto do PRC for levado adiante.
A denominação vem avançando em um projeto de solidificação entre os evangélicos, e tem posto em prática ações de exploração do potencial econômico que esses fiéis representam.

No começo deste ano, foi anunciado o lançamento da primeira operadora de celular do país ligada à Assembleia de Deus. A Alô Serviços vai operar na rede da Vivo e oferecer planos de telefonia aos membros da igreja.

Fonte: Gospel mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário