NO DIA 30 DE SETEMBRO ACONTECERÁ UMA FESTA EM HOMENAGEM A TODOS OS PASTORES DE LARANJEIRAS. PARTICIPE!!!

08/05/2015

Seis dicas para evitar fraudes com o seu CPF

Nos últimos dias, um site que divulga o CPF sem autorização tem causado preocupação de pessoas que temem ser vítimas de fraudes devido à exposição dos dados. Na página, basta colocar o nome para achar o CPF correspondente.
Com o documento em mãos, o fraudador pode tentar contratar serviços no nome da vítima ou fazer crediários com os dados falsos. Em muitos casos, o verdadeiro dono do CPF só vai descobrir o golpe quando estiver com nome sujo.
Para evitar o problema, a Folha reuniu seis dicas de especialistas sobre como proteger o CPF de golpes. Confira abaixo:
1 - Guarde o CPF em local protegido
A dica é colocar o documento no bolso da frente da calça ou deixar em algum lugar escondido na bolsa. Isso evita a ação de batedores de carteira ou mesmo que o dono perca o CPF durante uma ação simples, como ao sacar dinheiro ou utilizar outro documento, por exemplo.

2 - Nunca forneça dados a estranhos
A orientação serve também para ligações telefônicas ou e-mails nos quais se busque confirmar números de documentos e informações pessoais. Desconfie, pois podem ser criminosos querendo usar os dados em golpes.

3 - Não informe dados de documentos em promoções
Principalmente quando o sorteio for promovido por um estabelecimento comercial pequeno. Lojas e empresas pouco confiáveis podem repassar as informações pessoais de cadastros para pessoas interessadas em usar esses dados em fraudes.

4 - Mantenha o antivírus do computador atualizado
Com essa ação, o usuário evita a instalação de programas maliciosos que podem roubar dados pessoais da máquina.

5 - Não perca os documentos de vista
Ao entregar o CPF para fazer um cadastro, mantenha os olhos nele. Isso vale para quando o documento for solicitado na abertura de um protocolo ou negócio.

6 - Consulte regularmente a situação do seu CPF
A maioria das empresas de informações financeiras oferece a possibilidade de o consumidor consultar a situação do documento e saber, por exemplo, se está com o nome sujo. Na Serasa, dá para consultar gratuitamente a situação do CPF em uma das agências da empresa, por carta ou via procuração em uma agência.
No SCPC, da Boa Vista Serviços, a consulta é on-line. Basta preencher um cadastro no site que, em seguida, o consumidor receberá uma senha por e-mail. O sistema informa os dados do credor, o valor da dívida e permite renegociação on-line.
 

Fonte: Folha Online - 07/05/2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário