FELIZ NATAL PRA TODOS E UM ANO DE 2017 CHEIO DE PAZ, AMOR E MUITA PROSPERIDADE JUNTO AO PAI CELESTRE: NOSSO DEUS TODO PODEROSO!!!

04/11/2014

Reunião das lideranças de igrejas evangélicas de Laranjeiras escolhe o Representante intermediário entre eles e o governo municipal

Foto Arquivo: Capacitação de Facilitador de Missão Integral
ONTEM - Segunda dia 03/11/2014, às 14 horas as lideranças reuniram-se no Clube e decidiram aprovar o nome do diácono Carlos Alberto para ser o Representante legitimado por eles, junto ao governo municipal de Laranjeiras. Ou seja, ele será o intermediário entre as lideranças de igrejas evangélicas e o gestor da administração municipal.
Na verdade esse representante acatará todas as decisões e demandas discutidas e aprovadas em reunião das lideranças de igrejas evangélicas e encaminhará ao prefeito para analisar possibilidades em atender as prioridades apresentadas pelas igrejas evangélicas de Laranjeiras.  

O  Representante deve:  
1 - acatar o que as lideranças decidirem em reuniões e encaminhá-las ao governo municipal;

2 - cobrar agilidade dessas demandas e ações ao governo do município;
3 - articular projetos e resolver o que for necessário para o desenvolvimento de ruas, bairros e igrejas enquanto instituição; 
4 - deve ser humilde, cordado e conciliador.
5 - deverá ser uma pessoa cheia do Espírito Santo e de sabedoria, ter o reconhecimento dos crentes e do povo;
6 - deverá ter ainda conhecimento profundo do que diz a Escritura, pois é por meio dela que saberá se posicionar com relação aos vários interesses do governo e dos líderes evangélicos.

Na verdade o Carlos Alberto já corre atrás dos interesses dos evangélicos, mas até então, não tinha legitimidade, poderes atribuídos a ele para essa missão. Após a reunião passa a ter todas essas atribuições, legitimidade e autoridade para continuar fazendo esse intercâmbio entre as lideranças e o governo municipal. Cada um dos presentes a reunião manifestou seu desejo e todos disseram ser o nome do diácono Carlos Alberto a pessoa certa para ser o Representante que passa a ter legitimidade na função lhe atribuída nesta data.
No final da reunião, por volta das 17 horas, às lideranças passaram a assinar, como ato de fé, confirmando o processo de escolha e do nome para ser o Representante e todos impuseram suas mãos sobre o diácono Carlos Alberto Santos e oraram dando poderes para a missão lhe atribuída.


Nenhum comentário:

Postar um comentário