FELIZ NATAL PRA TODOS E UM ANO DE 2017 CHEIO DE PAZ, AMOR E MUITA PROSPERIDADE JUNTO AO PAI CELESTRE: NOSSO DEUS TODO PODEROSO!!!

01/10/2014

“Juntos, vamos fazendo muito mais pelo povo de Laranjeiras” Jussi Leite

Primeira Dama de Laranjeiras Jussimara Leite
Jussi Leite, primeira-dama de Laranjeiras, é a entrevistada desta edição; uma mulher do povo, dedicada a trazer benefícios aos laranjeirenses, sempre ao lado do prefeito Juca de Bala, com quem é casada há 22 anos e dividem a vida juntos, desde a época em que o gestor municipal era estudante universitário e estagiário na Erpac - empresa de consultoria e assessoria contábil. Ao se casarem, foram morar na casa dos pais da primeira-dama. Em seguida, continuaram compartilhando a vida em uma residência simples no conjunto Manoel do Prado Franco, em Laranjeiras.

A convivência com a vida política se tornou mais intensa quando Juca de Bala se candidatou a vereador da cidade histórica. Desde aquela época, Jussi Leite se dedicou às causas sociais dos laranjeirenses, já que o casal também tem uma origem simples e conhece a realidade do seu povo. 

Confirma na integra a entrevista com Jussi Leite

A senhora se imaginou ser a primeira-dama de Laranjeiras? Jussi Leite - Ser a primeira-dama de Laranjeiras não era o meu projeto de vida. O nosso foco era desenvolver a empresa ATEC, montada por Juca, mas ser a primeira-dama é uma consequência do trabalho que, juntos, desenvolvemos em benefício do povo de Laranjeiras ao longo dos anos, desde a época em que Juca exerceu o cargo de vereador. Foi neste período em que iniciei os trabalhos e não parei, por que me apaixonei e hoje quero fazer sempre mais. Conheço muito bem a realidade do meu povo, já que a nossa origem também é do povo.

De que forma a senhora atua na secretaria de Assistência Social?
Jussi Leite - Realizamos, junto com a equipe da secretaria, uma busca ativa nas comunidades, ou seja, vamos de casa em casa analisar a situação das famílias. Dessa forma, garantimos a inclusão delas em programas e benefícios sociais e de prestação continuada, e, a depender de cada caso, prestamos assistência com benefícios eventuais. Claro, buscando os meios legais para tudo isso. É por conta deste trabalho social incansável, desenvolvido diariamente, que os resultados já começam a aparecer em apenas um ano e oito meses de administração, e o que é melhor, as atividades são pautadas no desenvolvimento humano, inclusão social e participação popular. No município, oferecemos também assessoria jurídica gratuita às famílias que necessitam deste serviço, na sede da secretaria de Assistência, realizamos doações de cerca de duas mil cestas básicas, auxílio natalidade, com doação de kits de enxoval às gestantes, auxílio mortalidade, entre outras ações.

A senhora vem coordenando todo o trabalho da secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, também esteve à frente da organização das festas ‘Dia das Mães, Crianças e Natal’.
Por que esses eventos foram tratados com tanto carinho?
Jussi Leite - As crianças de Laranjeiras merecem todo o esforço dedicado a elas. Por isso, junto com o prefeito Juca fi zemos questão de organizar esses grandes eventos, tendo em vista que toda criança precisa brincar, receber presentes e desfrutar de tudo aquilo que as outras crianças de famílias com um bom poder aquisitivo desfrutam. Além disso, mostramos às mamães, o verdadeiro valor e reconhecemos o esforço que elas fazem para criar os fi lhos, o que não é uma tarefa fácil. Na última festa de Natal, que intitulamos “Natal dos Sonhos”, disponibilizamos parque infantil, promovemos shows infantis, distribuímos presentes a todas as crianças de 0 a 10 anos, além de guloseimas. Foi a maior festa já realizada em laranjeiras nos últimos 15 anos. Esperamos neste próximo Natal possamos repetir o mesmo sucesso e ver a alegria estampada no rosto de cada laranjeirense.
A prefeitura implantou algum projeto social diferente dos já executados anteriormente?
Jussi Leite - Além dos benefícios já citados anteriormente, nestes um ano e oito meses de governo, implantamos o maior programa social da história, o Família Cidadã, que engloba outros três programas sociais (Mesa Farta, Renda Cidadã e Nossa Sopa). No Renda Cidadã, as famílias em situação de vulnerabilidade social recebem um valor mensal, que varia de R$ 70 a R$ 700, mas não só isto. No Mesa Farta, já estamos beneficiando cerca de duas mil famílias, com a distribuição mensal de uma cesta básica, equivalente a uma feira de supermercado de quem ganha um salário mínimo. Até o fi nal de 2016, pretendemos dobrar o número de benefi ciários.
Ainda em relação às políticas de Assistência Social, a Prefeitura implantou o Serviço de Convivência e Fortalecimento de vínculos (SCFV), que unifi cou a oferta de serviços para crianças, adolescentes e idosos que atualmente são cofi nanciados por meio do ‘Projovem Adolescente’, ‘PETI’ e ‘Serviço para criança/idoso’. Estão sendo beneficiados com o SCFV, as comunidades dos bairros Machado, Mussuca, Bom Jesus e Pedra Branca. Nestas localidades, são ofertadas oficinas de percussão, acordeom, flauta, violão, judô e capoeira. Em cada uma delas são beneficiados  40 usuários.

No que diz respeito à geração de emprego e renda. O que a Assistência Social vem realizando?
Jussi Leite - Como proposta de inclusão e oportunidade de geração de emprego e renda, a secretaria de Assistência Social, disponibilizou no ano passado, 17 cursos profi ssionalizantes em diversas áreas, com turmas de 20 participantes, o que signifi ca, de imediato, um benefício a 340 laranjeirenses. Já oferecemos cursos de depilação, massagem corporal, maquiagem social, doces regionais, panetones trufados, técnica de vendas, excelência no atendimento, jardinagem, bonecas de pano, design em sobrancelhas, bombons e trufas, bolos e tortas, pãezinhos de forno, salgados para coquetel, cuidador de idosos, artesanato em fi ta e garrafas decorativas, inglês básico, entre outros.
Agora em 2014, já oferecemos outros cursos profissionalizantes, com recursos próprios ou através de turmas do PRONATEC. A população precisa de qualificação para enfrentar o mercado de trabalho. Sem dúvida, o que promovemos é o desenvolvimento sustentável.

A implantação do CRAS III, planejado em 2013, já é uma realidade. Isso já vem mudando a vida da população do bairro Mussuca?
Jussi Leite - Sim. O nosso propósito era implantar um Centro de Referência em Assistência Social no bairro Mussuca (CRAS). Este ano, com todo o esforço e empenho dos nossos profi ssionais, conseguimos isto e hoje já atendemos com conforto aquela população. Com este novo CRAS as pessoas não precisam vir até a sede resolver os problemas. Como também, neste ano já ampliamos o programa Aluguel Social, o número de vagas dos cursos profissionalizantes, o número de famílias no Mesa Farta e no Renda Cidadã, entre outras ações.
Extraído do jornal Gazeta do Cotinguiba, edição nº 150 – setembro de 2014. 


Extraído do jornal Gazeta do Cotinguiba, edição nº 150 – setembro de 2014. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário